terça-feira, 20 de maio de 2008

LEI SOBRENATURAL

LEI SOBRENATURAL

PR TIMOFEI DIACOV


E Pedro respondendo disse: “Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas. E Jesus lhe disse: vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começou a ir para o fundo, e clamou dizendo: Senhor, salva-me. E logo Jesus estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pequena fé, por que duvidaste?” ( Mt 14;28ª31). Neste mundo existem duas leis: a natural e a sobrenatural. Mas o homem vive na lei natural: o frio, o calor, a seca, a chuva. O avião que usa a lei natural, para subir, pode também cair pela mesma lei. Cabe ao homem ter domínio sobre esta lei; porém, a sobrenatural não está ao seu alcance. O Senhor Jesus fez uso muitas vezes da lei sobrenatural: andou sobre as águas do mar sem se afundar. Pedro tentando fazer o mesmo, enquanto teve fé foi ter com Jesus. Mas quando duvidou começou a se afundar. Vamos citar alguns exemplos sobre esta lei: o vinho para ser vinho tem que passar por um processo longo, primeiro a semente depois o fruto e depois o vinho; porém Jesus valendo-se da lei sobrenatural transformou água em vinho (João 2; 7ª9).

O rei Davi no Salmo 139 diz que antes que a palavra formasse em sua boca, Deus já a sabia. Então diz: “tal lei para mim é maravilhosissíma; tão alta que não posso atingir”, v.6. Moisés no livro do Êxodo, diz palavra a de Deus, que ele transformou as águas do rio Nilo em sangue. Esta ciência é sobrenatural; mas Moisés fez uso dela pela permissão de Deus. Transformou o pó da terra em piolhos. Jesus disse que se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda, poderemos dar ordem a um monte que se transporte para o meio do mar; e isso será feito, o monte obedecerá. Sabemos que esta é a lei da fé; porém como se opera, não sabemos; só Deus é quem sabe. Jesus multiplicou cinco pães e dois peixes, alimentando uma multidão de quase dez mil pessoas, fazendo sobejar muito pão, esta é mais uma lei sobrenatural que pode ser alcançada pela fé; que a ciência natural não pode explicar. Pela fé alcançamos, mas não a entendemos, uma vez que é a ciência de Deus. Vale citar as palavras de Jesus: “se creres verás a glória de Deus” (João 11; 40).

Quando Israel chegou à praia do Mar Vermelho, teve muito medo do inimigo que o encurralava. Deus, porém intervindo, disse a Moisés que ordenasse ao mar que se abrisse pelo meio. E assim feito, formou-se uma estrada, permitindo a Israel atravessa-lo a pés enxutos. Veja em Êxodo. Sabemos que isto aconteceu, que chamamos de milagre. Milagres aconteceram muitas vezes, como por exemplo: cura de paralíticos, cura de cegos, ressurreição de mortos, cura de leprosos, cura de surdos e mudos. O Senhor Jesus, que fez tais milagres, disse que os que cressem Nele, também fariam tais milagres; e isso aconteceu pela atuação dos apóstolos. Podemos hoje fazer uso desta lei? Claro que sim. A medicina, não temos dúvidas, tem feito maravilhas, mas com muita luta; porém quando entra a fé o milagre é instantâneo, sem nenhuma dificuldade; como diz o apóstolo Paulo: “É Deus quem opera em vós”; e como diz o apóstolo João: “ Maior é o que está em nós do que o que está no mundo”.

Diante do exposto, poderá você leitor, dizer que tal ciência é maravilhosa e que você não pode alcançá-la? Claro que pode; entretanto sem poder entender, porque ela é alcançada pela fé: e a fé não tem explicação. Por outro lado existe uma outra ciência que o homem pode não entender, mas que ela se opera na vida daqueles que a aceitam pela fé: é a transformação do caráter humano. De todas as ciências esta é a maior. Esta é a lei sobrenatural que todo ser humano pode alcançar desde que acredite que é Deus quem opera. Você já viu um bandido transformar-se em homem honesto? O ladrão devolver o que roubou? Amar o inimigo? Bem dizer aos que nos mal dizem? Tudo isto pode acontecer a partir do momento em que o homem aceita o grande e único operador deste tipo de milagre. Esta lei a Bíblia chama de a lei da graça que foi conquistada por Jesus Cristo. O homem pode fazer uso de outras leis, e operar maravilhas, que não é pela graça. E dirá que a sua vida vivida na terra foi inútil; como disse Jesus: “Depois que tudo que fizerdes na vida, dizei somos servos inúteis porque só fizemos nosso dever”.

Um comentário:

Claudia Paiva disse...

A Graça e a Paz de nosso Senhor e Salvador Jesus, Pastor!!!

Uma prima de meu marido indicou-me seu blog. Gostei muito. Tenho um também, e sempre estou a procura de textos curtos, com mensagens profundas para auxiliar meus irmãos em Cristo na caminhada cristã. Também pretendo, com o blog, conscientizar sobre o Plano de Salvação a todas as pessoas através de Jesus. Gostei muito deste texto sobre fé... Copiei-o e vou postar. Logo abaixo eu cito a fonte. Visite meu singelo blog http://blogdosultimos.blig.ig.com.br . É com o coração e a mente muito interessados em levar a Palavra de Deus que resolvi mantê-lo. Louvo a Deus pelo senhor também ser instrumento dEle para escrever... Deus o abençoe sempre!!!

Claudia Paiva (sunshine). Itapeva/SP, 22 de maio de 2008.